Na sua opinião, o inglês é mais difícil do que o português? Ou ele é mais fácil?

Mais importante ainda: você saberia como expressar essa opinião em inglês?

As comparações costumam ser uma das primeiras lições que você aprende no seu curso, e não poderia ser diferente: além de serem muito simples, você provavelmente fará comparações quase que diariamente. É claro que você não vai prestar atenção em cada frase que disser usando uma estrutura de comparação, por isso é muito importante que você estude e pratique, para que essas estruturas se tornem automáticas.

Basicamente, existem 3 tipos de comparações: quando uma “coisa” é igual a outra, quando ela é “mais” do que outra, ou quando ela é “menos”. Mas as estruturas sempre vão variar de acordo com o adjetivo que você estiver usando para comparar.

Para facilitar, veja as estruturas e os exemplos abaixo. Acho você vai perceber que nem sempre “English is more difficult than Portuguese”.

 

3 tipos de comparações em inglês

As… as…

Nós usamos “as” para dizer que uma coisa é exatamente igual a outra, mas lembre-se de sempre colocar um adjetivo no meio (afinal, as duas coisas são iguais com relação a que?). E, no caso desse adjetivo, vale qualquer um: curto, longo, de uma ou mais sílabas, irregular, etc.

The movie is as good as the book.
I think Paris is as beautiful as London.

More… than…

Quando você quiser dizer que uma coisa é “mais do que” outra, a estrutura vai variar um pouquinho, dependendo do adjetivo que você estiver usando.

Se o adjetivo for longo, você simplesmente usará “more… than…”.

The book is more interesting than the movie.
I think Paris is more beautiful than London.

Mas cuidado: se o adjetivo for curto você não utilizará “more”. Em vez disso, você acrescentará “-er” no final do adjetivo.

A cell phone is cheaper than a notebook.
Argentina is smaller than Brazil.

Duas dicas de escrita:

1. Se o adjetivo terminar em consoante-vogal-consoante, a última consoante será dobrada:
Hot – Hotter
Big – Bigger

2. Se o adjetivo terminar com a letra “y”, essa letra será substituída por “i”:
Easy – Easier
Happy – Happier

Mais uma vez, quero reforçar a sua atenção nesta regra dos adjetivos curtos. Lembre-se: esses adjetivos não utilizam “more”, e você sempre acrescentará “-er” no final. Vejo muitos alunos cometendo esse erro com frequência pelo simples hábito de usarem “more” para todos os casos.

Less… than…

Finalmente, quando uma coisa é “menos do que” outra, a estrutura a ser usada é “less… than…”.

The movie is less interesting than the book.
I think London is less beautiful than Paris.

Talvez você esteja se perguntando: “para usar “less”, também vale a regra dos adjetivos curtos e longos?”. A resposta é “não exatamente”. Você até pode usar “less” com um adjetivo curto, mas isso não é comum e soaria muito estranho. Em vez disso, prefira dizer o oposto. Por exemplo, em vez de dizer “Argentina is less big than Brazil”, você pode dizer “Argentina is smaller than Brazil” ou “Brazil is bigger than Argentina”.

 

Escrito por Michel Rosas e publicado na coluna semanal de inglês da Revista Exame. Editado para o blog da Companhia de Idiomas.

Artigos em Destaque

WhatsApp chat