1. Em aula, fale! Você acha que vai aprender um idioma só ouvindo e prestando atenção? Não vai. É como aprender a dirigir: vai ter de se expor, só teoria não resolve. E se o método ou o professor não deixa você falar, reclame, mude de escola ou de turma, agora.

2. Cobre qualidade da sua escola e professor. Não fique feliz quando o professor falta, quando não dá tarefas, quando fala português ou quando fica no quadro explicando regras gramaticais por 60 minutos. Você não tem tempo nem dinheiro sobrando, o professor já sabe o idioma, então cabe a você acelerar este resultado. Cobre dele, pois certamente você será cobrado, e em breve.

3. Não gosta do livro, do professor, do método, mas não pode mudar porque é sua empresa que paga, ou não existe outra alternativa tão conveniente para a sua agenda? Aprenda mesmo assim. A responsabilidade é só sua, daqui a três anos você não poderá dizer na entrevista do emprego da sua vida: “sabe o que é? Não aprendi direito porque o livro não era muito bom!” Se você realmente não pode mudar algo, adapte-se e tire o melhor proveito possível.

4. Pare de dizer que não tem tempo e encontre alguns minutos por dia para estudar os idiomas que quer dominar. Ouça, assista, escreva, leia, pratique!

5. Você está no curso porque gosta do idioma ou porque precisa? Não importa! Por paixão ou por pura disciplina, é possível chegar a ótimos resultados. Desde que haja compromisso. Mas sabemos que se tiver prazer, fará mais que o mínimo, então dê um jeito de gostar deste aprendizado, usando os idiomas que está aprendendo como meio para se divertir – com filmes, músicas, jogos, conversa com amigos.

6. Não falte, não se atrase. Novamente, na entrevista de emprego você não poderá dizer que terminou o avançado, mas na verdade fez menos de 70% do curso porque era muito ocupado. Eles não querem certificado, querem prova da sua fluência, ali, na hora, com você falando. Então, organize sua agenda, e, mesmo cansado, nem pense em faltar: vá. E lá, fique inteiro na aula- sem celular ou distrações. Se você se concentrar na aula, o resultado será muito melhor.

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá uma justificativa.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa e que dão aulas por Skype. Fale com: karina.soares@companhiadeidiomas.com.br

Rosangela Souza (ou Rose Souza) é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas. Graduada em Letras/Tradução/Interpretação pela Unibero, Especialista em Gestão Empresarial, MBA pela FGV e PÓSMBA pela FIA/FEA/USP, além de cursos livres de Business English nos EUA. Quando morava em São Paulo, foi professora na Pós Graduação ADM da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista dos portais Catho, RH.com, MundoRH, AboutMe e Exame.com. Desde 2016, escolheu administrar a Companhia de Idiomas à distância e morar em Canela/RS, aquela cidadezinha ao lado de Gramado =) . Quer falar com ela? rose@companhiadeidiomas.com.br ou pelo Skype rose.f.souza 

Artigos em Destaque

WhatsApp chat