As profissões jamais serão exercidas com excelência apenas à custa de conhecimentos acadêmicos, administrativos ou técnicos. Por exemplo, apesar de muitas pessoas estudarem para se tornarem professores, essa é uma etapa do processo.

Não é na graduação que aprendemos a ser “gente” e a entender de gente, essa competênca vem com a experiência, o aprendizado através de erros e acertos, a observação constante. O estudo acadêmico ajuda e muito, não estou invalidando essa forma de aprendizado, mas só ele não nos permite atingir o sucesso em sala de aula. Para ser um professor excelente é absolutamente fundamental gostar e entender de pessoas, de estilos de aprendizagem, comportamentos, reações, modelos mentais e respeitá-las.

[CORTAR]A um professor líder compete:

1) Motivar seus alunos para o aprendizado, através de aulas dinâmicas e envolventes.

2) Buscar atualização constante, inclusive sobre assuntos relacionados à area de atuação dos seus alunos e ferramentas que possam ajudá-lo a atingir esses objetivos. Os alunos são diferente e têm objetivos distintos.

3) Focar nas dificuldades linguísticas dos alunos através de atividades e exercícios para consolidação.

Dá para lecionar apenas levando em consideração o perfil do professor, o jeito como ele gosta de dar aula e que conteúdo acha relevante? Não.

O professor líder é capaz de inspirar, motivar e movimentar os alunos a atingirem e superarem suas metas, ultrapassando aquilo que aparentava ser seus limites. É a habilidade de tornar a visão do futuro clara e atraente: fluência no idioma. Finalmente, é a qualidade de inspirar confiança nos seus alunos. Confiança significa que eles acreditam nas orientações e instruções do seu professor e na honestidade dos seus objetivos.

WhatsApp chat