O LinkedIn é uma rede profissional. Já há alguns anos, a plataforma está sendo utilizada por muitas empresas como uma ferramenta de recrutamento e seleção e para divulgação de vagas. Desta forma, o seu perfil funciona como seu currículo online, ou seja, tem de refletir sua experiência e profissionalismo e precisa oferecer informações em inglês.

 

Você precisa escolher uma foto mais formal e de boa qualidade, nada de fotos com caretas, selfies, óculos escuros, ou fazer como algumas pessoas que nem foto colocam. As pessoas se lembram mais de rostos do que de nomes, assim que adicionar uma foto ao seu perfil vai ajudar as pessoas a se lembrarem de você.
Escreva, na primeira pessoa, um bom resumo sobre você e sua experiência. Ele funcionará como uma carta de apresentação. É a sua oportunidade de se apresentar ao mercado de uma maneira criativa e diferenciada.

Alguns adjetivos úteis para redigir seu resumo:

Analytical (Analítico)
Attentive (Atento)
Capable (Capaz – to be capable of)
Creative (Criativo)
Decisive (Decisivo)
Detailed-oriented (Detalhista)
Determined (determinado)
Driven (Impulsionado)
Dynamic (Dinâmico)
Effective (Eficaz)
Efficient (Eficiente)
Energetic (cheio de energia)
Engaged (Engajado)
Expert (Especialista)
Fair  (Justo, correto)
Flexible / Resilient (Flexível/ resiliente)
Good at (Bom em)
Hard working (trabalhador)
Honest (Honesto)
Innovative (Inovador)
Motivated (Motivado)
Organized (Organizado)
Passionate (apaixonado)
Patient (Paciente)
Proactive (proativo)
Responsible (Responsável)
Result-focused (Focado em resultados)
Self-motivated (Motivado/ auto-motivado)
Strategic (Estratégico)
Talented (Talentoso)
Team player (Sabe trabalhar em equipe)
Thorough (cuidadoso, detalhista, abrangente)
Trustworthy (confiável)

Como o LinkedIn possui vários grupos em inglês, sugiro escolher alguns que tenham a ver com a sua área de atuação e participar regularmente, mostrando seu POV – Point of View (ponto de vista). É uma boa maneira de praticar inglês e de se relacionar com pessoas fora do seu círculo de contatos. Ainda mais se você almeja carreira no exterior.

Saber falar um segundo idioma é essencial. Seja verdadeiro sobre sua fluência em inglês, porque você passará por uma entrevista no idioma e será muito ruim se o seu desempenho não corroborar a sua descrição. Muitos candidatos já têm utilizado a CRFR (Common European Framework of Reference – Grade Comum Europeia de Referência) para mostrar o nível de fluência. Se tiver alguma dúvida, acesse http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/quanto-tempo-de-estudo-e-preciso-para-ser-fluente-em-ingles. Neste artigo, falo em detalhes sobre esta grade em relação ao inglês, mas ela pode ser usada para qualquer idioma.

Finalmente, nunca se esqueça de revisar tudo o que escrever antes de publicar. Se não tiver segurança do que escreveu em inglês, consulte ou contrate alguém para fazer este trabalho. Afinal um perfil com erros de idioma poderá  prejudicar muito a sua imagem. Pense nisso!
Escrito por Lígia Crispino. Publicado em 30/11 na Exame.com. Editado por Lígia Crispino para o blog da Companhia de Idiomas.

Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista dos portais RH.com, Vagas Profissões e Revista da Cultura. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Cultura.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. 
Fale com: 
roselicampos@companhiadeidiomas.com.br

Artigos em Destaque

WhatsApp chat