Perfeição não existe, mas isso não pode ser uma desculpa. Todos nós temos pontos positivos e pontos a melhorar e, a fim de ajudar alunos e professores a reconhecer o que está bom e o que precisa mudar, criamos uma ferramenta de análise das boas práticas de ótimos professores de idiomas. 
 

 

Avalie se seu professor está mandando bem e se ele será um facilitador no caminho à fluência no idioma estrangeiro. 

Dinamismo e Entusiasmo

É dinâmico e alto astral
Demonstra paixão pelo que faz 
“Gosta de gente”
É autoconfiante

Realizamos mapeamentos de expectativas e necessidades com todos os alunos que vão realizar curso com a Companhia de Idiomas e é muito comum ouvir que os alunos esperam aulas dinâmicas.

Organização e Clareza

Foca nos objetivos, necessidades e realidade dos alunos. Sabe que é sobre os alunos e não sobre o professor
Sempre está preparado para as aulas, ou seja, faz sua lição de casa
Dá explicações claras
Usa exemplos; dá detalhes; faz analogias, metáforas  e aborda o material do curso de várias maneiras, não só para facilitar a compreensão, mas também para proporcionar maior retenção do conteúdo 
Consegue abordar temas áridos de uma maneira simples e de fácil compreensão para os alunos

Interação

Faz uso do que existe de melhor nas várias metodologias existentes 
Explora as nuances e peculiaridades do idioma
Discute temas variados 
Motiva, orienta, utiliza e dá dicas de recursos adicionais, tais como: aplicativos, sites, livros etc 
Elogia o progresso dos alunos
Respeita o estilo e ritmo de aprendizagem dos alunos, sem deixá-los em sua zona de conforto
Sai do script sempre que precisar a fim de garantir o resultado esperado e necessário
Cobra a realização de atividades extraclasse
Sinaliza os erros e o que os alunos precisam melhorar, ou seja, dá feedback constante
Está preocupado com a qualidade de suas aulas e o desenvolvimento dos alunos
Mantém vários canais de comunicação com os alunos


Todas essas atitudes estão embasadas no excelente nível linguístico no idioma. Um ótimo professor está sempre estudando e se atualizando. 

Como o aluno não é um especialista na área, ele precisa saber diferenciar quem está professor de quem é professor. Isso faz muita diferença no resultado do curso!

A Companhia de Idiomas conduz um processo seletivo, bastante rigoroso, dos seus professores, com 4 etapas, a saber:

1. Teste escrito on-line
2. Entrevista para avaliação de competências comportamentais
3. Avaliação oral
4. Avaliação pedagógica

Se o professor passar por todas essas etapas, ele fará a integração e depois, para cada projeto linguístico que assumir, ele receberá treinamento específico com o coordenador pedagógico.

Se você é professor de idiomas e quiser trabalhar conosco, faça seu cadastro http://companhiadeidiomas.com.br/profteste/pt 

Se você é aluno e quer conhecer mais sobre nosso trabalho, visite nosso site www.companhiadeidiomas.com.br e solicite uma proposta.


Adaptado do esquema desenvolvido por M. Hildebrand, 1971.

Escrito por Lígia Crispino. Publicado em 25/01 na Exame.com. Editado por Lígia Crispino para o blog da Companhia de Idiomas.

Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista dos portais RH.com, Vagas Profissões e Revista da Cultura. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Martins Fontes.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. 
Fale com: 
roselicampos@companhiadeidiomas.com.br




WhatsApp chat