Networking é o desenvolvimento e manutenção genuína e autêntica de uma rede de conexão.
 
Nesta rede, os profissionais trocam indicações e experiências. Estas conexões criam oportunidades de novos conhecimentos, negócios, empregos, clientes, parceiros etc.

 

Construir essa rede com qualidade não é tão fácil quanto parece, porque não é apenas trocar cartões, apresentar-se para pessoas em eventos, bajular colegas e chefe, participar de algum happy hour ou procurar essas pessoas quando você está between jobs (em transição de carreira) ou mais claramente unemployed (desempregado). A regra é quanto melhor você tratar um contato, melhor será tratado por ele. A simpatia e a regularidade estão totalmente relacionadas à longevidade das relações. 

Este relacionamento pode ser feito tanto pessoalmente, através de almoços, cafés, seminários, palestras, eventos, quanto virtualmente, através de Whatsapp, e-mail e redes sociais. Com o mundo plano e sem distâncias, a abordagem/ aproximação de pessoas, com o objetivo de estabelecer contato, também acaba acontecendo em inglês e é chamado de networking approachability.
 
Vamos ver algumas dicas que podem ser úteis:
 
1. Ao se apresentar, esteja preparado para falar um pouco sobre você e sua empresa, sem querer vender o seu peixe descaradamente. Uma sugestão, se você não tem segurança com seu inglês,  escreva o que achar relevante. Depois que o texto estiver pronto, leia-o em voz alta algumas vezes para se acostumar com o vocabulário e jargões da sua área de atuação. 

Resultado: você estará preparado para eventuais situações e fará com que os outros se interessem em trocar ideias com você.
 

2. Depois que você abordou alguém ou foi abordado, faça perguntas abertas, usando os pronomes interrogativos: who, what, where, how e as variações how many, how long… 

Resultado: Este tipo de pergunta faz o diálogo fluir, pois exige respostas diferentes do “sim” e “não”.  Também demonstra que você não está só a fim de falar de si próprio. Porém, tenha cuidado para não parecer um interrogatório.
 
 
3. Esteja antenado sobre o que está acontecendo no mundo. Leia em inglês para você ter repertório nas conversas. Uma pessoa com repertório no idioma, terá muito mais facilidade de manter uma conversa com uma pessoa que acabou de conhecer. Acompanhe os portais: www.cnn.com, www.bbc.com, www.ft.com, http://international.nytimes.com/, www.economist.com, www.time.com, www.theguardian.com, www.nytimes.com. Evite discussões constrangedoras como “How’s the weather?”, “How’s it going?” “What’s up?” ou “How are you?” 

Resultado: você terá mais facilidade de detectar o CPI – Common Point of Interest (ponto comum de interesse) – você estabelecerá sinergia rapidamente e passará uma ótima imagem!

4. Além da comunicação verbal em inglês, é fundamental atentar-se para a linguagem não verbal, porque o corpo fala! Neste caso, três cuidados básicos são:

Sorrir naturalmente, vejo muita gente carrancuda em eventos e perdem a oportunidade de conhecer pessoas interessantes.
Não ficar de braços cruzados, as pessoas não se aproximarão de você.
Não usar o celular como escudo de proteção.

Resultado: as pessoas abordarão aqueles que demonstrarem estar a fim de conhecer pessoas.

5. Não suponha nada. Evite frases como:
You must be new here.
Do you remember me?

Resultado: você evita possíveis constrangimentos, dependendo do tipo de suposição que fizer.


 
Escrito por Lígia Crispino. Publicado em 04/05 na coluna semanal da Exame.com. Editado por Lígia Crispino para o blog da Companhia de Idiomas.


Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista dos portais RH.com, Vagas Profissões e Revista da Cultura. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Cultura.



 
E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. Fale com:  
 
roselicampos@companhiadeidiomas.com.br


WhatsApp chat