Hoje a Companhia de Idiomas comemora 21 anos de existência! “Coincidentemente”, estava nesta manhã treinando duas novas funcionárias, a Carol Paris e a Cintia, e comecei o treinamento contando como tudo começou…

Duas professoras particulares de 20 e poucos anos, tradutoras-intérpretes recém-formadas, ex-professoras do Yazigi, atuando no mercado corporativo, que queriam oferecer aos executivos um curso que privilegiasse a fluência e a correção da comunicação, que refletisse as metas almejadas pelo aluno, que não tivesse um padrão engessado, mas que fosse construído por especialistas, quase que de forma customizada, sempre com a participação ativa do aluno.

[CORTAR]Conseguimos reunir especialização e flexibilidade. Esta última, em maior ou menor grau nestas duas décadas. Quantas reflexões sobre o quanto podemos ser flexíveis – até hoje! É justamente a padronização do produto, do método e dos processos que permite preços baixos e maior lucratividade. Mas optamos pela outra via, a da personalização – e, quando ela não é possível, a da flexibilização.

Aos 21 anos, já somos adultos. Mas sabemos que quanto mais velhos nos tornamos, podemos começar a exigir mais de nós mesmos. E os outros exigem de nós também, o que não é ruim, mas pode ser estressante. Afinal, não somos mais crianças ou amadores e já deveríamos saber… A experiência diminui, sim, os erros, quando somos capazes de aprender as lições da vida – e essa regra vale também para a vida corporativa. Mas nem sempre a experiência é capaz de evitar todos os erros, porque tudo muda: as pessoas, as expectativas, o mercado, os processos, os administradores… E nós, empresas e pessoas, nos sentimos muitas vezes iniciantes em alguns assuntos, por serem absolutamente novos, ou mesmo com relação aos antigos, porque não aprendemos AINDA algumas lições.

Se a experiência nos deixa mais competentes, a sensação de não saber nos deixa menos arrogantes. O equilíbrio ajuda a nos manter com os pés no chão, no dia-a- dia do negócio, mas sempre imaginando o futuro da Companhia de Idiomas. Esse é nosso principal desafio, como sócias-fundadoras e principais executivas. Presente e futuro, todos os dias.

21 anos… quantas dificuldades, alegrias, comemorações, ideias implementadas e não implementadas, quanta gente passou pela Companhia de Idiomas, nos mais variados papéis: professores, tradutores, consultores, funcionários, estagiários, alunos, RHs, clientes, fornecedores. Não me canso de agradecer a cada um.

Em 2012, a empresa está diferente, com gente nova e sensacional, com uma energia boa, foco na construção de uma marca cada vez mais competitiva dentro do segmento de idiomas para profissionais. Nossos diferencias, como cursos de idiomas específicos para diversas áreas, metas e profissões, estão ficando mais visíveis no mercado, o que nos enche de alegria, graças ao Conrado da Just, nossa agência de comunicação, e à Nilza da EccoPress, nossa assessora de imprensa. A correção de procedimentos legais se dá graças ao Dr. Manoel, da Inoplan, que nos orienta há mais de dez anos.

Hoje é dia de agradecer a toda esta equipe que administra a Companhia de Idiomas, aos professores, tradutores e consultores, aos clientes, fornecedores, alunos, RHs…. e eu agradeço também à minha querida sócia, pois celebramos hoje um casamento profissional bem-sucedido. Aprendemos diariamente que a complementaridade, o respeito e a admiração pelo que o outro é – e não a competição ou a tentativa de que o outro se torne o que você quer – são fundamentais para qualquer parceria ou convivência intensa. E ainda temos tanto a aprender juntas, sempre com pitadas de bom-humor, alegria e celebração, senão não conseguiríamos ter energia e disposição para mais algumas décadas .

Comemorando 21 anos de Companhia de Idiomas, concluo que o mundo dos adultos pode ser incrivelmente divertido e pleno, quando estamos felizes com as escolhas que fizemos e fazemos diariamente! Que Deus, o tempo e a sabedoria acumulada nos permitam fazer sempre boas escolhas profissionais e pessoais… e que venham mais décadas de uma empresa da qual nos orgulhamos, especialmente por causa das pessoas que fazem parte dela.

Parabéns, Companhia de Idiomas!

Rosangela de Fátima Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas, empresa especializada em cursos de idiomas in company, consultoria em idiomas e traduções. Rosangela é tradutora-intérprete, especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Docência de Nível Superior da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre expansão por franquias no segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para pequenas empresas. Sua empresa recebeu vários prêmios, como Mulher de Negócios, 100 Melhores Fornecedores para RH, Fornecedor de Confiança (da revista Melhor) e o MPE Brasil do SEBRAE.

WhatsApp chat